Comentários feitos por especialistas brasileiros da PMK Fundraising e Supporter's Club - www.pmk.com.br

O Palmeiras tem 10,6 milhões de torcedores. E daí ?


Em notícia publicada no site da Veja, sob o título "Recorde palmeirense", lemos o seguinte (eu reproduzo e depois comento). 

---

A impressionante (sic!) arrancada do programa de sócio-torcedor do Palmeiras – um dos vinte maiores do mundo – tem mais um recorde a comemorar. Hoje, o clube ultrapassou o Flamengo como o campeão de adesões em um único mês. Em janeiro, o Palmeiras bateu a marca de 19 277 novos sócios. O recorde anterior rubro-negro era de 19 247 sócios em novembro de 2013. 

---

Um programa de sócio-torcedor tem tudo a ver com estratégias de Marketing Direto e é muito semelhante aos programas de Fundraising. 

Afinal, um torcedor fanático vê no seu clube uma "Causa", alguns mesmo uma "religião". 

Portanto, o apelo do clube para transformá-lo em "doador" ou até em "dizimista" é muito forte. 

Mas tudo indica que os clubes não sabem se comunicar com sua torcida. Não sabem tirar recursos desse enorme potencial.

Nessa notícia da Veja nós ficamos sabendo que um club de 10,6 milhões de torcedores (veja aqui o ranking das torcidas), conseguiu menos de 20 mil sócios e considera isso uma "arrancada". 

Poxa...

Vamos tentar interpretar isso com boa vontade.

Se o Palmeiras partiu do zero, e esse resultado foi obtido em pouquíssimo tempo, pode até ser chamado de "arrancada". Mas eu sei que não é de hoje que o Palmeiras tenta alavancar o seu programa de sócio-torcedor. 

Segundo notícia do site da ESPN, o Grêmio Osasco, que tem Vampeta na presidência e recentemente foi rebaixado à Série A-3 do Campeonato Paulista, ultrapassou neste mês a marca de 10 mil sócios-torcedores. (veja a notícia)

Qual será o potencial da torcida do Grêmio Osasco? Com certeza não será 10,6 milhões, como o Palmeiras. 

A notícia da Veja também nos diz que o Palmeiras ultrapassou o Flamengo em número de adesões!!! 

Então aí a coisa já começa a ficar grave

Será que o Flamengo, com 32,5 milhões de torcedores não tem um número de sócios maior que o do Palmeiras, sendo que este já é ridículo? 

Isso mostra bem o amadorismo que campeia no mundo associativo, onde uma assessoria de imprensa consegue fazer um fracasso virar "sucesso", "arrancada", "record".

A diretoria do clube lê a notícia, fica feliz... e continua sem dinheiro para pagar suas contas...

Qualquer coisa que seja menos de 100 ou 200 mil sócios é um fracasso para um clube como o Palmeiras. O Flamengo poderia pensar em 500 ou 700 mil e assim por diante.

Mas... o clubes não sabem captar sócios. 

Ou entregam essa tarefa - que exige conhecimento e profissionalismo - a amadores ou a agências que não entendem desse tipo de Comunicação... mas possuem uma boa Assessoria de Imprensa.

Para finalizar, e não dizerem que estou sendo tendencioso, querendo menosprezar o esforço do Palmeiras, a Veja de desta semana (4/2/2015) traz a seguinte notícia sobre o Juventus:


Segundo uma piada antiga, a torcida do Juventus é tão pequena que cabe dentro de uma Kombi. Em 2014, a média de público do time na disputa da Série A3 do Paulistão foi de pouco mais de 700 pessoas por partida (o estádio da Rua Javari, na Mooca, tem 5 000 lugares nas arquibancadas).
Para melhorar a marca e ajudar a bancar a folha de pagamento da equipe (3 milhões de reais por ano), a diretoria do Moleque Travesso imitou os grandes da capital e lançou no fim do ano passado um programa de sócio-torcedor com vários tipos de pacote mensal.
Até agora, cerca de 7 000 juventinos se cadastraram.

Quer saber mais sobre Programas de Sócios-torcedores? 

Leia em: www.victorysb.com.br